Osasco Antiga
Famílias e Personagens Ilustres
HISTÓRIA
BAIRROS
GALERIA FOTOS
MAPAS E DOCUMENTOS
PPS MONTAGEM
VÍDEOS OSASCO
Hagop Garagem informa quantos estão aqui agora

História de Giovanni Collino
osasco

Giovanni Collino e Felicitá Morina Collino

Giovanni Collino

O italiano João Collino só recebeu esse nome quando se naturalizou brasileiro.

Nasceu como Giovanni Collino a 29 de julho de 1867, na Província de Torino, Itália, filho de Lourenço Collino com Amonita Maria Anastácia.



Zaira Collino
Ignes Collino
Aldo Collino
Lorenzo Collino
Aristides Collino
A história de João Collino e a história de Osasco caminham lado a lado. Uma história que tem seu início em Osasco ao tempo de Antonio Agu. Ambos de origem italiana vindos da mesma cidade de Osasco na Itália, onde as famílias já se conheciam.

Giovanni Collino chegou ao Brasil em 1889, com 22 anos e fixou moradia em Osasco. Primeiro em uma hospedaria pública chamada "Cocheiras", localizada entre a Rua Salem Bechara e Av. dos Autonomistas.

Em seguida, morou na Rua da Estação.

Em 1890, naturalizou-se brasileiro e, com o tempo, passou a ser conhecido como João.

Casou-se com Ana Felicidade Morino e teve cinco filhos, Zaira Collino, Ignes Collino, Aldo Collino, Lorenzo Collino e Aristides Collino

Trabalhou lado a lado com Antônio Agu, contribuindo para o desenvolvimento da região.

Como balseiro (a primeira balsa, que ligava o Centro à Vila São José), transportava mercadorias, alimentos, veículos e moradores.

Collino foi agente dos Correios entre 1905 e 1918.

Com freqüência, ia ao Centro de São Paulo para tratar de negócios e, a pedido de amigos e moradores, levava documentos para registro em cartórios dos bairros da Lapa ou Pinheiros.

Também fazia serviços de mecânica e carpintaria: produzia caixões mortuários para o cemitério local.

Juntamente com Pedro Michelli e Antônio Pignatari, foi proprietário do pioneiro Cinema Osasco, sito à Rua da Estação.

Funcionou entre 1916 e 1950.

Collino morreu em 1943.


Esta página está em fase de pesquisa e desenvolvimento



Caso algum familiar ou parentes da familia queiram colaborar com fotos ou narrativas poderão enviar para hagopk@uol.com.br

Toda colaboração será bem vinda e a história da cidade agradece.