Betty Boop
Musas & Divas
APRESENTAÇÃO
GALERIA
MÚSICAS
VÍDEOS
HISTÓRIA DA BETTY BOOP
História Criação da Personagem
HISTÓRIA DA BETTY BOOP

FILMOGRAFIA BETTY BOOP



Betty Boop é um dos personagens de animação mais interessantes, insinuantes e sensuais da história do desenho animado. Ela nasceu nos anos 30, na série Talkartoon, produzida por Max e Dave Fleischer e distribuída pelo estúdio da Paramount Pictures.


Na verdade, Betty seria apenas um personagem secundário, ao lado do protagonista, o cachorro Bimbo. Por sua sensualidade e seu fascínio imanente, ela transcendeu a fama do cãozinho e se transformou na heroína da história, acompanhada muitas vezes deste bichinho, que se tornou seu amigo.

Seus criadores a idealizaram como uma mulher independente e tentadora, com suas pernas desnudas, sempre revelando uma cinta-liga, seus decotes atraentes, os lábios formando um biquinho convidativo, os olhos transpirando ao mesmo tempo malícia e inocência.

ASSISTA O FILME ABAIXO E CONHEÇA O CRIADOR DA BETTY INTERAGINDO COM ELA

Betty Boop - Rise to Fame (Short Documentary)




Ela tornou-se assim a primeira pin-up, modelos que têm sua imagem sensual divulgada amplamente, provocando assim uma forte atração na esfera da cultura pop da trajetória do desenho animado a ser reconhecida internacionalmente.

Esta criação dos anos 30, uma imigrante de origem hebraica, iniciou sua jornada profissional no episódio Dizzy Dishes, parte da série Talkartoon, imitando as estrelas desta época, ao embalo de uma trilha sonora recheada de preciosidades do jazz.

Seu estrelato chegou definitivamente, porém, com Boop-Oop-a-Doop-Girl, de Helen Kane. Seguiram-se, entre centenas de desenhos, " Betty Boop for President " (1932), " Bambo Isle " (1932) e " Riding the Rails " (1938), que conquistou um Oscar.

Helen Kane


Em 1934, porém, a sorte de Betty declinou, pois o recente Código de Produção passou a censurar a personagem, em nome de códigos morais duvidosos. Seus membros acreditavam que o povo americano não estava pronto para conviver com um ícone deste porte.

Os criadores da personagem tiveram que modificar seu visual, pois ela não podia mais expor seus decotes nem seu figurino provocante. Este período, dominado pelos produtos da Disney, não comportava uma imagem desta magnitude.

Ela foi então coberta até o pescoço, mas as roupas justas destacavam mais que nunca seus seios, tornando-a ainda mais sensual.
Na verdade, Betty seria apenas um personagem secundário, ao lado do protagonista, o cachorro Bimbo. Por sua sensualidade e seu fascínio imanente, ela transcendeu a fama do cãozinho e se transformou na heroína da história, acompanhada muitas vezes deste bichinho, que se tornou seu amigo.

Assim, em 1939, Betty Boop foi censurada de vez, não podia mais aparecer nas telas dos cinemas.

Sua fama passou então a diminuir, pois seu atrativo maior era agora cada vez mais restrito. Ela também construiu seu estrelato no teatro, por sua simpatia e intensa volúpia.

Sua última passagem pelo cinema foi uma pequena, mas inesquecível participação em Uma Cilada para Roger Rabbit, em 1984, atuando com o mesmo visual que a celebrizou.

Embora durante duas décadas ela tenha permanecido à sombra do sucesso, hoje ela tornou-se novamente muito popular, associada ao universo da moda.

Sua imagem é vendida atualmente em produtos como bonecas, cerâmicas, camisetas, cartazes, perfumes, relógios, entre outros.

Ir para o topo





-   Minnie the Moocher (música de Cab Calloway) - (11 de março)
-   Chess-Nozes - (13 de abril)
-   Parando o Show (com Fanny Brice e Maurice Chevalier) - (12 de agosto)
-   Bizzy Bee Betty Boop - (19 de agosto)
-   Betty Boop, MD - (02 de setembro)
-   Betty Boop Bamboo Isle (música pelo Real samoanos e Miri) - (23 de setembro)
-   Ups Betty Boop e Downs - (14 de outubro)
-   Betty Boop para o presidente - (04 de novembro)
-   Eu vou ser feliz quando você estiver morto Você Rascal You (música de Louis Armstrong) - (25 de novembro)
-   Museu de Betty Boop - (16 de dezembro)



-   Betty Boop Ker Choo- - (06 de janeiro)
-   Invenções Crazy Betty Boop - (27 janeiro)
-   Ler é o meu Palm? - (17 de fevereiro)
-   Penthouse de Betty Boop - (10 de março)
-   Branca de Neve (música de Cab Calloway) - (31 de março)
-   Partido de aniversário de Betty Boop - (21 de abril)
-   Betty Boop Partido de Maio - (12 maio)
-   Big Boss Betty Boop - (02 de junho)
-   Mãe Terra Goose - (23 de junho)
-   Popeye the Sailor - (14 de julho)
-   O Velho da Montanha (música de Cab Calloway) - (04 de agosto)
-   I Heard (música de Don Redman) - (01 de setembro)
-   Manhã, tarde e noite (música de Rubinoff) - (06 de outubro)
-   Festa de Halloween de Betty Boop - (03 de novembro)
-   Desfile dos soldados de madeira (música de Rubinoff) - (01 de dezembro)



-   Ela ofendeu direito - (05 de janeiro)
-   Red Hot Mamma - (02 de fevereiro)
-   Ha! Ha! Ha! - (02 de março)
-   Betty na terra do erro - (06 de abril)
-   Rise Betty Boop de Fama - (18 de maio)
-   Julgamento de Betty Boop - (15 de junho)
-   Guarda Betty Boop's Life - (13 de julho)
-   Pobre Cinderela - (03 de agosto)
-   Há algo sobre um soldado - (17 de agosto)
-   Pal Little Betty Boop - (21 de setembro)
-   Show de Betty Boop Prémio - (19 de outubro)
-   Mantenha-se em Estilo - (16 de novembro)
-   Quando o meu navio - (21 de dezembro)



-   Baby Be Good - (18 de janeiro)
-   Levando a culpa - (15 de fevereiro)
-   Calem esse ruído - (Março 15)
-   Fly Swat à - (19 de abril)
-   Não! Não! Mil vezes não! - (24 de maio)
-   Um pouco de sabão e água - (21 de junho)
-   A Língua All My Own - (19 de julho)
-   Betty Boop e Grampy - (16 de agosto)
-   Juiz por um Dia - (20 de setembro)
-   Fazendo Estrelas - (18 de outubro)
-   Henry, o americano mais engraçado Vida - (22 de novembro)
-   Ninguém Little - (18 de dezembro)



-   Betty Boop e do Little King - (31 de janeiro)
-   Not Now - (28 de fevereiro)
-   Betty Boop e Jimmy Little - (27 Março)
-   We Did It - (24 de abril)
-   Uma Canção de Um Dia! - (22 de maio)
-   Mais Pep - (19 de junho)
-   Você não está construído desta maneira - (17 de julho)
-   Está feliz e alegre Me - (21 de agosto)
-   Formação Pombos - (18 de setembro)
-   Outing interior do Grampy - (16 de outubro)
-   Ser Humano - (20 de novembro)
-   Making Friends - (18 de dezembro)



-   Limpeza da casa Blues - (15 janeiro)
-   Opa! Eu sou um Cowboy - (12 de fevereiro)
-   O vendedor de ar quente - (12 de março)
-   Pudgy Toma a Bow Wow - (09 de abril)
-   Pudgy escolhe uma luta! - (14 de maio)
-   O Coringa Impraticável - (18 de junho)
-   Ding Dong Doggie - (23 de julho)
-   O Candidato Candid - (27 agosto)
-   Serviço com um sorriso - (23 de setembro)
-   O Show do New Deal - (22 de outubro)
-   O Caçador de Foxy - (26 de novembro)
-   Zula Hula - (24 de dezembro)



-   Riding the Rails - (28 de janeiro)
-   Estar em dia - (25 de fevereiro)
-   Honesto e Verdadeiro Amor - (25 de março)
-   Fora do Inkwell - (22 de abril)
-   A Escola Swing - (27 de maio)
-   O gatinho perdido - (24 de junho)
-   Buzzy Boop - (29 de julho)
-   Pudgy Watchman - (12 de agosto)
-   Buzzy Boop no Concerto - (16 de setembro)
-   Sally Swing - (14 de outubro)
-   Com o Novo - (02 de dezembro)
-   Emoções e arrepios - (23 de dezembro)



-   Meu amigo, o macaco - (28 de janeiro)
-   Assim faz um automóvel - (31 de março)
-   Alpinistas Musical - (12 maio)
-   O medo dos corvos - (09 de junho)
-   Ritmo na Reserva - (07 de julho)


Ir para o topo