Osasco Antiga
ACEO - Associação Comercial e Empresarial de Osasco
APRESENTAÇÃO
HISTÓRIA
GALERIA
PRESIDENTES
GALERIA
71-73
GALERIA
73-75
GALERIA
GALERIA
GALERIA
GALERIA
Hagop Garagem informa quantos estão aqui agora

Agradecimentos
intercambio

Recepção Presidente André Menezes
apresentando álbuns para Hagop Garagem

Caros amigos que acompanham Hagop Garagem nessa singela tentativa de resgatar imagens e fatos históricos da cidade de Osasco.

É com muito prazer que faço esta pagina dedicada a Associação Comercial e Empresarial de Osasco.

Agradeço imensamente a colaboração do presidente da entidade Sr. André Menezes de Melo por disponibilizar o acervo fotográfico da Associação e a Sra. Fernanda Lucilia Pires secretária da ACEO (Associação Comercial e Empresarial de Osasco) pela carinhosa e atenciosa recepção e colaboração.


A História da Formação da Associação Comercial e Empresarial de Osasco
A idéia começou a ser gerida pelos comerciantes que integravam o Rotary Club de Osasco.

À época, o presidente do Rotary Club de Osasco, João Macedo de Oliveira, e seu secretário, Heber Ferraz. Logo todos os comerciantes ficaram entusiasmados com a idéia de fundar uma associação que os representasse.

O entusiasmo era tanto que, no primeiro momento, vários se apresentaram como voluntários.

Entre eles, Zacharias Kartalian, João Gil Rodrigues, Vasco da Rocha Leão, Minol Nakashima, Ernesto Durigon, Ângelo Dionísio Óbici, Otávio Vanucci e Nichan Nergisian.


A primeira reunião para criação da entidade aconteceu no dia 23 de maio de 1962, às 20 horas, no Auditório do Sesi, instalado na Avenida João Batista.

João Macedo de Oliveira presidiu esse primeiro encontro, sendo secretariado por Arthur Machado Filho.

Francisco Garcia Bastos, membro do conselho e vice-presidente da Associação Comercial de São Paulo e diretor do Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (CIESP), foi o convidado da noite.

Ao vice-presidente da ACSP coube a responsabilidade de explicar o que seria e como funcionaria a Associação Comercial e Industrial de Osasco.

Após a palestra, outros convidados foram chamados a participar da Mesa: Marino Pedro Nicoletti, vice-prefeito da cidade; Wolff Putkammer, representante da Cia. Soma; Fuad Auada, comerciante, e os vereadores Octacílio Firmino Lopes, José Guizi e Moacyr Nunes Lopes.


O primeiro encontro do grupo serviu para que fosse criada a comissão de estudos para a implantação da entidade.

Formaram a comissão: Zacharias Kartalian, Alexandre Portella, Otávio Vanucci, João Gil Rodrigues, Vasco da Rocha Leão, Ângelo Dionísio Óbici e Minol Nakashima.


Em 4 de junho de 1962, realizou-se uma nova assembléia, ainda sob a presidência do rotariano João Macedo de Oliveira.

Desta vez, participaram: Ulisses Vieira Ramos, Alexandre Portella, Oswaldo Sales Nemer, Avel D’Azevedo, Eduardo de Abreu, Antônio Dias da Costa, Luiz Alves de Almeida, Geraldo Talarico, tendo como secretário, Arthur Machado Filho.

Nesta reunião, os estatutos foram apresentados e colocados em discussão.


Foi em 11 de junho de 1962, que a Associação Comercial e Industrial de Osasco (ACIO) foi definitivamente criada, a partir da aprovação dos Estatutos Sociais.

Por conta disso, Zacharias Kartalian apresentou a demissão coletiva da comissão sob sua presidência, para que fosse nomeada uma nova comissão, constituída por 21 componentes, que realizaria a primeira assembléia em nome da ACIO.


O presidente em exercício confirmou os nomes de todos os membros da primeira comissão, acrescentando ainda Avelar Saar, Nagib Maluf, José Pereira Filho, Herculano Pacheco, Ulisses Vieira Ramos, Eduardo de Abreu, Julio Zeigerman, Diogo Teruel, Oswaldo Salles Nemer, José Lopes, Adamil Frésca, Giovani Andreoli e José Sacco.


Nesta assembléia, os participantes definiram que o Conselho Consultivo seria composto de 35 conselheiros, sob a direção do presidente; a diretoria, representada pela comissão, apresentaria duas chapas para disputar a primeira eleição, marcada para acontecer no dia 2 de julho de 1962.


No dia marcado, a comissão encarregada apresentou chapa única: Presidente - Fuad Auada; Vice-Presidente - Zacharias Kartalian; 1º Secretário - Nichan Nergisian; 2º Secretário - Hugo Crepaldi Filho;1º Tesoureiro - Luiz Matsubara; 2º Tesoureiro - Arlindo Tonato; Diretores sem pasta - João Macedo de Oliveira, José Amaral Filho, Alexandre Portella, Wille Fischilim e Oswaldo Salles Nemer


Conselho Consultivo - José Viviani, Tércio Morais Pinto Filho, Abel D’Azevedo, Humberto Rechi, Júlio Zeigerman, Yoshime Terada, Meucheg Nercissian, Garabet Kamalakian, Benedito Alves Turíbio, Silvio Gonçalves de Almeida, Nelson Lopes da Silva, Sebastião de Oliveira, Kazuo Yamaguchi, Ernesto Durigon, Eurides Rocato, Cláudio Macedo, Athos Vanucci, Orlando Stella, Diogo Teruel, José Carreira, Toufic Joulian, Nelson Correa, Antônio Grandini, José Morais Rocha, Júlio Augusto Pardal, Raul Antunes Ferreira, José Antônio Pereira Lopes, Marciede José Ciscato, Antônio Carlos Neto, Manoel Mignorance, Joaquim C. Lopes, Barkev Kamagian, Morroun A. Habib, Antônio Cardoso e Ângelo Tretel.


A primeira diretoria eleita foi empossada em 31 de julho de 1962, em cerimônia realizada na sede social da Associação Atlética Floresta, tendo à frente Paulo de Almeida Barbosa, presidente da Associação Comercial de São Paulo, e como componentes da Mesa: Fuad Auada, presidente eleito da ACIO; Hirant Sanazar, prefeito de Osasco; Orlando Calazans, presidente da Câmara Municipal; Juventino Tavares, vice-presidente da Associação Comercial de São Paulo; Antônio Marchetti; Hélio Djtiar; Ruy Neto Alves Barreto; Coronel Constantino Magno Castilho Lisboa; Caetano Beliboni; Milton Campos; Carlos Capriotti; Padre Ângelo Passionista; Helena Pignatari; Alcides Moioli; Anésio Cabral; Leonardo Gombardo; Walter Negrelli; Vasco da Rocha Leão; Nichan Nergisian e Wille Fischilim.


Após a execução do Hino Nacional Brasileiro, Paulo Barbosa de Almeida fez o discurso de abertura e considerou empossada a primeira diretoria e o primeiro conselho consultivo da Associação Comercial e Industrial de Osasco.

O secretário Nichan Nergisian fez a leitura dos nomes dos eleitos. Willy Fischilim foi o orador oficial da diretoria empossada.


Fuad Auada conseguiu, durante sua gestão, regulamentar leis municipais, como a de nº 86, de 1º de dezembro de 1962, que estabelecia o horário de funcionamento do comércio local, das 8 às 17 horas aos sábados, e a lei de nº 78, de 29 de novembro de 1962, que regulava e dispunha sobre o Imposto de Indústria e Profissões.


Os próximos presidentes trabalharam sempre para fortalecer a ACIO e para devolvê-la a seu princípio, que era de ser a porta-voz dos comerciantes.


A ACIO foi reconhecida de utilidade pública pelo decreto municipal de nº 2.846, de 25 de abril de 1973.



FONTE: O histórico acima foi transcrito a partir do site da Associação Comercial e Empresarial de Osasco.


Ir para o topo



VEJA MAIS

  Apresentação e História  |  Galeria dos Presidentes  |  Galeria 1 1971-1973  |  Galeria 2 1973-1975  |  Galeria 3 em construção  |  Galeria 4 em construção  |  Galeria 5 em construção




Qualquer imagem ou foto locada neste site que apresentar, direitos de outro detentor, basta entrar em contato com (hagopK@uol.com.br) comprovar a reserva de direito, que a mesma será imediatamente removida deste site.

Webmaster:Hagop Koulkdjian Neto.